Rádio Hokori Asian

Recent Blog post

                               Capa da Publicação

Uma nova atualização de Pokémon GO foi liberada, dentre as melhoras e atualizações no sistema, foi liberado também o novo sistema de Pokémon Companheiro!
Já havíamos anunciado que o sistema de Pokémon Companheiro chegaria ao Pokémon GO, porém, ninguém esperava que seria tão em breve. Na nova atualização, além do novo sistema, alguns erros foram corrigidos e melhorias foram feitas.
Segundo a Niantic Labs, o game está no processo de ser atualizado para a versão 0.37.0 para Android e 1.7.0 para iOS. Abaixo, você encontra algumas notas dos desenvolvedores sobre as atualizações:
– Implementado o sistema de Pokémon Companheiro: Treinadores agora poderão escolher um de seus pokémon para ser seu companheiro. O treinador pode ganhar doces ao andar com seu pokémon uma certa distancia;

– Mais fácil selecionar os Pokémon em sua tela;

– Foi arrumado um problema onde os Ovos chocariam ser mostrar a animação;

– Melhorado a confiabilidade de desempenho do aparelho quando mudando redes para não fazer com que a aplicação seja fechada ou pare de atualizar;

– Suporte para o Pokémon GO Plus;

– Conserto de vários pequenos textos.

Eles ainda reiteram que estão eliminando bots e outros programas que podem afetar a experiencia do jogo.
Confira sua loja para saber se a atualização já está disponível para você!

                    



POKÉMON GO – LIBERADA NOVA ATUALIZAÇÃO QUE TRAZ POKÉMON COMPANHEIRO E MAIS!

By : Gahbry Goth
sexta-feira, 16 de setembro de 2016
0
   

Terra Formars: Revenge

                                              Terra Formars - Revenge
                                               Sinopse: Segunda temporada de Terra Formars.
Estúdio: Linden Films – Temporada: Abril/2016 – MyAnimeList
 Na primeira temporada colocaram uma equipe nada a ver pra cuidar do anime. Era o ótimo diretor de Steins;Gate tendo que cuidar de um shounen de pancadaria… Era óbvio que não daria certo, convenhamos. Sem falar que a censura mal feita incomodou muito as pessoas, mesmo que depois ela tenha sido retirada e refinada em certas partes. A primeira temporada teve poucos momentos bons pra mim. No geral acabou sendo uma grande decepção. Nossa, aquele final foi ridículo, com todo mundo gritando e dando piruetas ao matar as baratas. Eles estavam cercados e quase sem energias, mas estavam vencendo através do poder do grito e do suor, hahaha.
Bom, a boa notícia que me deu esperanças comentada acima foi quanto as mudanças na direção e nos roteiros. Agora o diretor passa a ser Fukuda Michio, o mesmo de Nurarihyon no Mago. Ele ainda é novato na função, mas ao menos é alguém que já conhece o terreno, alguém que já trabalhou com shounen de porrada no estilo Jump. O roteirista foi o melhor acréscimo, trata-se de Arakawa Naruhisa. Ele já cuidou dos roteiros de animes como Kingdom, de alguns shounens de comédia romântica e do anime Active Raid, que estreará na temporada de Janeiro de 2016 e que está nas nossas menções honrosas aqui do post. Ele é um anime sci-fi de ação e policial. Naruhisa, portanto, também já tem experiência em shounens semelhantes e até mesmo da Young Jump, que é o caso de Kingdom. O diretor e o roteirista podem não ser as mil maravilhas, mas já são bem mais adequados para um título como Terra em comparação com os que estavam nestas mesmas funções durante a S1. Houve mudança também no character design. Agora ele será feito pela mesma responsável dos cds (CD = character design) lindos de Denpa Onna e que também estará nessa mesma área em Active Raid. Ah, e o estúdio segue o mesmo.
A S1 de Terra Formars pode não ter vendido nada, mas o boost absurdo que ela deu pro mangá foi tão grande que garantiu uma nova temporada em anime pra série.
Você vai assistir Terra Formars: Revenge?





Kuma Miko

                                              CQ3wQOfWsAEj87v

Sinopse: O mangá segue a história de Machi, uma estudante do ensino médio que serve como sacerdotisa em um santuário xintoísta localizado nas redondezas de uma certa montanha na região de Tohoku, norte do Japão. Lá ela se encarrega de cuidar de um urso falante, Natsu, que também é seu guardião. Quando Machi explica a Natsu que precisa ir para uma escola na cidade grande, ele fica preocupado e propõe a Machi um conjunto de testes pelos quais ela deve passar a fim de ser capaz de sobreviver na cidade.
Estúdio: Kinema Citrus – Temporada: ??/2016 – MyAnimeList
Trailer: AQUI
Coisa linda ver Kuma Miko ganhando anime! Confesso que não esperava, ao menos não tão cedo assim. O mangá é muito divertido e engraçado. A Machi e o Natsu são personagens incrivelmente carismáticos e fáceis de se apegar. Pode parecer estranho ou infantil ler que tem um ”urso falante”, mas não se enganem com isso. É coisa pura de folclore japonês, não algo direcionado ao público infantil. A história não é muito complexa ou cheia de reviravoltas, é mais uma comédia bastante divertida mesmo. Tenho certeza que todo mundo que pegar pra ler o mangá ou pra assistir o anime vai acabar adorando. Felizmente a staff do anime é ótima! Temos um estúdio que eu gosto bastante, a Kinema Citrus, mesma de Tokyo Magnitude e Barakamon. Na direção temos um novato estreando na função, enquanto nos scripts temos duas pessoas, sendo uma delas o responsável pelos roteiros do SENSACIONAL Barakamon, um dos melhores animes que eu já vi e que mais me fez rir até hoje. Só de saber que ele e mais a Kinema Citrus estarão cuidando de outra obra bastante divertida e acolhedora, já fico bem feliz e com boas expectativas. Apesar de o diretor ser novato, Kuma Miko não é uma obra que exija muito, então não existe motivos pra tanta preocupação assim. O roteirista do anime ainda não foi divulgado. O character designer também é novato.

Você vai assistir Kuma Miko?




Flying Witch

                                               175847

Sinopse: A história segue uma jovem bruxa de 15 anos de idade chamada Kowata Makoto e seus demais amigos em sua vida diária. Com seu gato preto, Chito, a garota se mudou de Yokohama para viver com seu primo de segundo grau em Aomori, no verdejante norte do Japão. Mas… será que é só isso?
Estúdio: ??? – Temporada: ??/2016 – MyAnimeList
Pouca gente conhece a obra e posso dizer pra vocês que é, realmente, um título muito bom. É legitimamente um slice of life. Quem não curte obras desse tipo e nesse estilo mais lento, casual e divertido não deve acabar gostando de Flying Witch. Eu recomendo que deem uma lida. O mangá é muito bacana. É super leve, querido, refrescante, divertido, passa uma sensação bem legal. Os personagens são simples, mas carismáticos e divertidos. Os acontecimentos centrais de capa capítulo são simples na ideia, porém muito bem executados, assim como todo bom slice deve ser. Em Flying Witch, as coisas são bastante realistas, apesar de termos o elemento sobrenatural na história. Digamos que seria como se do nada uma amiga ou amigo seu apresentasse pra você um conhecido de anos que, de repente, flutua numa vassoura, hahahaha. Bruxas e bruxos sempre existiram, acontece que, com o passar do tempo, eles foram excluídos do senso comum das pessoas. É basicamente assim em Flying Witch. Então as situações acabam sendo sempre tão inesperadas e incrivelmente naturais que tudo fica muito divertido e simpático pra quem lê. Nada é muito sério, não existem vilões, bruxas ou bruxos do mau querendo dominar a Terra e blábláblá. São apenas pessoas vivendo o seu dia a dia agora com bruxas. No caso, a Makoto com seu primo, priminha e amigos deles. Uma história simples, porém muito bem executada e trabalhada que você vai acabar achando bem simpática e divertida.

Você vai assistir Flying Witch?



Joker Game

                                               CL-e0mqXAAEN34D
Sinopse: A história se passa em 1937, na véspera da Segunda Guerra Mundial. O Tenente Coronel Yuki do Exército Imperial Japonês cria a ”D Agency” (Agência D), uma unidade de inteligência do exército, sobre seu comando e tutela. O General do exército delegou ao Tenente Sakuma a função de observar o desempenho da unidade. Yuki decide recrutar pessoas além dos já graduados na academia militar japonesa e demais funcionários, e estabelece princípios na D Agency que vão contra a doutrina IJA: ”Não mates, não morras, não sejas capturado”. Com isso, Yuki treina uma equipe de agentes que realizam missões contra o poder nacional e estrangeiro.
Estúdio: Production I.G – Temporada: Abril/2016 – MyAnimeList
Trailer: AQUI
O anime está nas mãos da Production I.G e terá como diretor o Nomura Kazuya, o mesmo que dirigiu o filme Ghost in the Shell (2015), Robotic;Notes e os animes de Sengoku Basara. Não tenho muito o que comentar do diretor, já que não vi nenhum dos seus trabalhos, mas ele não é um nome muito empolgante. O roteirista ainda não foi divulgado, mas a temporada que ele irá sair foi confirmada para abril de 2016. Como o livro é completo em 1 volume – mesmo que depois tenha recebido duas sequências de nomes diferentes – tô otimista quanto a uma boa e fiel adaptação sem correria. Tem bastante potencial, mas vamos esperar por novas informações e trailers pra ter uma ideia melhor do que esperar desse promissor anime.

Você vai assistir Joker Game?



Drifters

                              drifterstrailer-imagem01

Sinopse: Drifters conta a história de Shimazu Toyohisa, um jovem samurai da Era Sengoku que acaba sendo ferido gravemente durante a batalha de Sekigahara. Porém, antes de morrer, ele é transportado para um local estranho, um corredor de portas, onde um homem de óculos em uma mesa espera por ele. Este homem, Murasaki, envia Toyohisa para a porta mais próxima, onde ele acorda em outro mundo. A primeira coisa que descobre nessa nova realidade é que ela não é habitada somente por humanos, mas também por diversas criaturas. O guerreiro japonês, então, fica sabendo que foi convocado para aquele mundo para ser um dos chamados Drifters.
Estúdio: ??? – Temporada: ??/2016 – MyAnimeList
Trailer: AQUI

Falando na equipe, temos ótimos nomes envolvidos. O diretor é o mesmo das três primeiras temporadas de JoJo e cuidará da quarta também, além de já ter dirigido episódios de, justamente, Hellsing Ultimate. O roteirista é excelente principalmente com comédias. Ele já cuidou de Oreimo, Asu no Yoichi!, KamiNomi, Grisaia, entre outros. Mas também já cuidou de roteiros de animes mais dramáticos ou com tema fora da comédia, como Samurai Flamenco, Junketsu no Maria e, novamente, de alguns episódios de Hellsing Ultimate. Como deu pra perceber, ambos já trabalharam juntos em Hellsing Ultimate, por isso a minha cogitação por talvez Drifters acabar ficando nas mãos da MadHouse.

Você vai assistir Drifters?

Filmes Anime de 2016

By : Gahbry Goth
quinta-feira, 8 de setembro de 2016
0
Ganhou trilha sonora com músicas inéditas e parcerias exclusivas de estrelas top do pop, rock, hip-hop, R&B e eletronic dance music.
“Suicide Squad: The Album” foi produzido pelo ganhador do Grammy Kevin Weaver (Velozes e Furiosos 7A Culpa é das Estrelas,Creed: Nascido para Lutar, as séries Boardwald EmpireGirls e True Blood).

Faixas disponíveis


A primeira faixa, já disponível, é da inédita “Heathens”, da dupla Twenty One Pilots, cujo clipe oficial traz cenas inéditas de Esquadrão Suicida. A banda Twenty One Pilots – que atualmente dá a volta no planeta com turnê mundial de grande sucesso “Emotional Roadshow” – recentemente arrasou na categoria Rock do Billboard Music Awards 2016 com dois prêmios: Melhor Artista Rock e Melhor Álbum Rock, com “Blurryface”, em grande parte graças ao fenomenal resultado dos singles “Ride” e “Stressed Out”.
O segundo single gratuito da trilha sonora é “Sucked for Pain”, também chamado Squad Anthem, com Lil Wayne, Wiz Khalifa, Imagine Dragons, Logic, Ty Dolla $ign e X Ambassadors . O videoclipe oficial da faixa apresentará imagens inéditas do filme Esquadrão Suicida.
                                       esquadrao-suicida-trilha-sonora-2

  
Esquadrão Suicida, o aguardado longa da Warner Bros. Pictures, que chega aos cinemas brasileiros em 4 de agosto, ganhou trilha sonora com músicas inéditas e parcerias exclusivas de estrelas top do pop, rock, hip-hop, R&B e eletronic dance music.
“Suicide Squad: The Album” foi produzido pelo ganhador do Grammy Kevin Weaver (Velozes e Furiosos 7A Culpa é das Estrelas,Creed: Nascido para Lutar, as séries Boardwald EmpireGirls e True Blood).

Faixas disponíveis

A primeira faixa, já disponível, é da inédita “Heathens”, da dupla Twenty One Pilots, cujo clipe oficial traz cenas inéditas de Esquadrão Suicida. A banda Twenty One Pilots – que atualmente dá a volta no planeta com turnê mundial de grande sucesso “Emotional Roadshow” – recentemente arrasou na categoria Rock do Billboard Music Awards 2016 com dois prêmios: Melhor Artista Rock e Melhor Álbum Rock, com “Blurryface”, em grande parte graças ao fenomenal resultado dos singles “Ride” e “Stressed Out”.
O segundo single gratuito da trilha sonora é “Sucked for Pain”, também chamado Squad Anthem, com Lil Wayne, Wiz Khalifa, Imagine Dragons, Logic, Ty Dolla $ign e X Ambassadors está previsto para ser lançado nesta sexta-feira, dia 24 de junho. O videoclipe oficial da faixa apresentará imagens inéditas do filme Esquadrão Suicida.

Clássicos e covers


Dentre tantos destaques de “Suicide Squad: The Album” estão as parcerias de Action Bronson & Dan Auerbach (de The Black Keys) [Feat. Mark Ronson] e Skrillex & Rick Ross; as novas músicas de Kevin Gates, Kehlani, Skylar Grey e Grimes, além do surpreendente cover da banda Panic! At The Disco do clássico “Bohemian Rhapsody”, do Queen.
Na categoria dos clássicos, aliás, o álbum traz ainda as inesquecíveis bandas War (“Slippin’ Into Darkness”) e Creedence Clearwater Revival (“Fortunate Son”), além de “Without Me”, de Eminem, a versão moderna de “You Don’t Own Me”, de Leslie Gore, com Grace e G-Eazy, e a primeira versão integral do cover do clássico “I Started a Joke”, de ConfidentialMX (Apres. Becky Hanson) – lançada no trailer de Esquadrão Suicida que foi divulgado na Comic-Con San Diego de 2015 e tornou-se um dos mais assistidos do ano, com mais de 136 milhões de visualizações desde o lançamento.
Ao longo das próximas semanas, o lançamento de “Suicide Squad: The Album” também será celebrado com a disponibilidade de download gratuito do single “Standing In The Rain,” com Action Bronson & Dan Auerbach (de The Black Keys) [Feat. Mark Ronson]; e de “Purple Lamborghini”, com Skrillex & Rick Ross, cujo clipe oficial terá uma participação especial do ator Jared Leto como o Coringa. Kehlani também vai lançar o single e o clipe oficial de “Gangsta”.
gif-_Arlequina
GIF (Harley Quinn / Arlequina)

Tracklisting


1) Skrillex & Rick Ross – “Purple Lamborghini”
2) Lil Wayne, Wiz Khalifa & Imagine Dragons with Logic and Ty Dolla $ign (feat. X Ambassadors) – “Sucker For Pain”
3) Twenty One Pilots – “Heathens”
4) Action Bronson & Dan Auerbach (of The Black Keys) [Feat. Mark Ronson] – “Standing In The Rain”
5) Kehlani – “Gangsta”
6) Kevin Gates – “Know Better”
7) Grace – “You Don’t Own Me (feat. G-Eazy)”
8) Eminem – “Without Me”
9) Skylar Grey – “Wreak Havoc”
10) Grimes – “Medieval Warfare”
11) Panic! At the Disco – “Bohemian Rhapsody”
12) War – “Slippin’ Into Darkness”
13) Creedence Clearwater Revival – “Fortunate Son”
14) ConfidentialMX – “I Started A Joke (feat. Becky Hanson)”

                                                                    Trailer 2



Trilha Sonora Esquadrão Suicida

By : Gahbry Goth
sábado, 3 de setembro de 2016
0
Sempre adorei música e já escrevi muitas resenhas de álbuns e coisas parecidas, mas quando pensei em escrever sobre este assunto para o Novo Nerd eu pensei que talvez fosse melhor trazer a ideia mais próxima ao público alvo. Depois de muito matutar pensei, por que não músicas de anime? Todo mundo gosta de pelo menos um ou dois!
Todos os animes da lista são obras que eu assisti (nem que seja um pouquinho), portanto, se uma música maravilhosa do seu anime favorito que nunca passou no Brasil ficou de fora, provavelmente é porque eu não assisti (ou talvez porque a música não seja assim tão boa).
Outro adendo, coloquei nesta lista tanto músicas originais japonesas quanto versões brasileiras, discrimino pra ficar mais fácil.

10 – Ichirin no Hana – Bleach (3ª Abertura japonesa)
Interprete: Hight and Mighty Color

Bleach é um anime interessante…. Nada, é uma merda mesmo! Comecei a ler o mangá quando lançou no Brasil e achei que a premissa era interessante. Continuei lendo, vi um pouco do anime e a coisa simplesmente não anda! Continuo insistindo por alguma deficiência mental séria que devo ter… Mas de qualquer forma, as músicas de abertura da série costumam ser boas e a melhor delas é a da 3ª temporada (que é uma das melhores do anime… se isso significa alguma coisa), realmente me surpreendi com ela. 



09 – Dare mo Shiranai Chizu – Bucky (Abertura Brasileira)
Interprete: Infelizmente não consegui encontrar quem canta a versão brasileira

Esse anime meio obscuro passou aqui no Brasil no extinto Band Kids. Confesso que gostava bastante, era rápido, tinha uma história interessante (apesar de non sense), mas realmente nunca revi, então não sei quanto disso é devaneio adolescente… Sei que existe um mangá, mas como nunca veio pro Brasil eu nunca nem bati o olho nele. Mas a música de abertura é uma pequena pérola. Aqui estou falando da versão brasileira:



08 – I’m a pioneer – Tenchi Muyo OVA (Abertura americana)
Interprete: Sharyn Scott

Bem, finalmente um anime que gosto muito. Tenchi Muyo passou também no velho Band Kids e era a melhor coisa por lá que não tinha saiyajins! Na verdade passaram no Brasil três séries diferentes com os mesmo personagens, cada uma em uma realidade alternativa. Tenchi in Tokyo era uma bela porcaria, mas Tenchi Universe e o OVA (que passou só uma vez) eram realmente de altíssima qualidade! A dublagem brasileira é excelente, mas o mesmo não pode ser dito da dublagem das músicas, que ficou realmente desafinada (e vale a curiosidade de que ninguém percebeu que trocaram as aberturas de Tenchi in Tokyo e Tenchi Universe). Acontece que a trilha japonesa não é lá essas coisas também, então o que está fazendo aqui? Olha que engraçado, a versão americana de I’m a pioneer é incrível! Sério, música pop de alta qualidade! Então ela é a escolhida:



07 – Change the World – Inuyasha (1ª abertura brasileira)
Interprete: Fernando Janson

Lembro quando começou a passar Inuyasha na Globo. Fiquei absurdamente feliz e viciei como se não houvesse amanhã! Até que a Globo cortou o desenho para passar um segundo episódio de Três Espiãs Demais…. caramba, que triste isso… vamos esquecer e falar das músicas da série. A maioria das aberturas e encerramentos são excelentes, mas nenhuma barra a abertura original, que é muito marcante. A versão original é lindíssima, mas a versão em português ficou tão digna que vale a pena escolhê-la!



06 – Pure Stone – Zilion (abertura japonesa)
Interprete: Risa Yuuki

Zilion foi um anime que fez sucesso aqui antes da febre de Cavaleiros do Zodíaco, uma produção da Tatsunoko (tem um jogo de luta pra Wii, Tatsunoko vs Capcom que é excelente, caso vocês não conheçam, fica a dica), o anime nunca realmente teve um final, o que é uma pena, pois a série é muito boa. Os fãs inclusive esperam ansiosos que esse final venha um dia… receberão Shemmue 3 antes… A abertura é muito marcante, uma das minhas favoritas. A versão é a original, mesmo porque não existe versão brasileira, por aqui a abertura passava apenas com o instrumental da música, vai entender…



05 – We Are – One Piece (1ª abertura japonesa)
Interprete: Hiroshi Kitadani

Tenho uma história com One Piece…. ai ai… Comecei a comprar o mangá quando a finada Conrad publicou, lá em 2000, 2001. Comprei até o último volume lançado em, sei lá, 2007. Depois disso me recusei a baixar scans, havia comprado 70 gibis, não iria agora começar a baixar de graça… Me recusei a ver o anime também, queria ler o mangá. Xinguei muito a Conrad no twitter e – eventualmente – a Panini voltou com a publicação da revista e eu acompanho todo feliz até hoje! E não, nunca li os scans, portanto SEM SPOILERS nos comentários, ok?
Acabei vendo o começo do anime, que é bem inferior ao começo do mangá, mas a música de abertura é sensacional, digna de um dos melhores mangás de todos os tempos!



04 – Tank! – Cowboy Bebop (Abertura)
Interprete: The Seatbelts

Cowboy Bebop é o anime preferido de muita gente, realmente é muito interessante e diferente e tem uma trilha sonora incrível! Destaco aqui a abertura da série, Tank!, um tema instrumental da melhor qualidade, me lembra muito as aberturas das séries de TV nas décadas de 50, 60 e 70.



03 – Zankoku na Tenshi no These – Evangelion (Abertura japonesa)
Interprete: Yoko Takahashi

Eva é uma das obras audiovisuais mais incríveis que já assisti. Vi completa duas vezes e das duas tive que repensar muitas coisas na minha vida (e por isso mesmo não revi mais vezes). Depressão braba mesmo! Mas o assunto aqui é a poderosa música de abertura da série, Cruel Angel Thesis é sensacional, tanto que nunca pulei uma abertura do desenho, via sempre e tentava cantar junto… 



02 – Músicas de Dragon Ball

Ok, confesso que esta posição é uma apelação e zoa a parada toda, mas se eu fosse considerar estas 3 músicas separadamente eu iria poluir a lista toda com Dragon Ball.
A verdade é que todas as músicas de todas as séries de Dragon Ball são sensacionais, todas, até os encerramentos! E nenhum anime desperta tanta nostalgia em tanta gente quanto Dragon Ball! Falemos de cada uma das três.

Dan Dan kokoro Hikareteku – Dragon Ball GT (Abertura japonesa)
Interprete: Field of View

Dragon Ball GT é um lixo fétido. Sério, nada se salva naquela pilha de merda fumegante… Alias, quase nada, a única coisa boa é a música da abertura, Dan dan kokoro é muito, muito bonita. A versão brasileira é honesta, mas longe da energia da original:

Makafushigi Adventure! – Dragon Ball (Abertura brasileira – SBT)
Interprete: Novamente não consegui descobrir quem canta.
A série original de Dragon Ball é um primor, um misto perfeito de humor, aventura e ação que foi copiada e emulada à exaustão, mas que a bem da verdade nunca foi igualada. Ler este mangá é obrigatório pra qualquer verdadeira fã de HQs. A música de abertura da série é razoável no original mas ganhou uma versão espetacular na primeira dublagem da série por aqui, pela Álamo no SBT, e é esta versão que ouviremos! A versão feita para a Globo é uma bela porcaria.

Cha-la Head Cha-la – Dragon Ball Z(1ª Abertura japonesa e brasileira)
Interprete: Hironobu Kageyama / Wendel Bezerra
Por fim temos Dragon Ball Z, provavelmente o anime mais famoso de todos os tempos em todos os lugares e marcou minha adolescência a ferro e fogo! As duas aberturas e os dois encerramentos são incríveis e receberam ótimas adaptações pro português. No entanto escolher uma não foi difícil! Cha-la Head Cha-la é a música que todo mundo pensa quando se fala em anime, é a primeira que vem a mente, é a proto-música de anime e faz jus à primorosa obra do DEUS Akira Toriyama e por isso ouviremos ambas as versões, a japonesa cantada pelo mais famoso cantor de músicas de anime e tokusatsu (lembrem de Changeman), Hinorobu Kageyama e a brasileira cantada pelo dublador do Goku, o talentosíssimo Wendel Bezerra.



01 – Sorriso Contagiante – Yuyu Hakusho (Abertura brasileira)
Interprete: Luis Henrique
O que pode ser melhor que Cha-la Head Cha-la? A trilha de Yuyu Hakusho é! Yuyu é um dos grandes animes de ação já feitos e tem a melhor dublagem já feita de qualquer coisa no universo… Sério, a dublagem da versão da extinta Manchete é qualquer coisa sensacional e a adaptação das músicas também! Toda a trilha foi adaptada e todas as versões são melhores que as originais! Mas novamente, mesmo assim não há dúvidas de qual escolher, Sorriso Contagiante é – sem possibilidade de discussão – a melhor versão de uma música de anime já feita no Brasil e ganha com louvores o nosso primeiro lugar!





Top 10 Músicas de Animes

By : Gahbry Goth
sexta-feira, 12 de agosto de 2016
0

- Copyright © 2015 Rádio Hokori Asian - Powered by Hokori Asian - Designed by Hioko -